Sidebar

21
Qua., Fev.

Coloquios
Ferramentas

 

INSTRUÇÕES DE PUBLICAÇÃO  

 

NORMAS

instruções de publicação

INSTRUÇÕES DE PUBLICAÇÃO atualizado em  16/10/2022

I. INSTRUÇÕES - SINOPSES E TRABALHOS FINAIS PARA PUBLICAÇÃO – I

[NB: Ortografia: dado haver inúmeras ortografias oficiais desde 1911, a AICL converteu e uniformizou, após 2007, todos os escritos posteriores a 1911 para o AO 1990]

  1.   A sinopse (e os biodados do autor) da comunicação a apresentar tem de ser enviada por correio eletrónico dentro dos prazos fixados na FICHA DE INSCRIÇÃO

  2.  Não deve (sinopse) exceder 300 palavras e nela deve constar SEMPRE, após o título do trabalho e nome do/a autor/a, o TEMA e SUBTEMAS em que se insere (ver TEMAS)

  3.  Tem de ser escrita exclusivamente em português.

  4.  Será incluída na parte inicial do trabalho final a apresentar para publicação nas Atas/Anais.

  5.  Deve ser acompanhada de notas biográficas (biodados) até 300 palavras (não mais). Não queremos um currículo académico, CV, mas sim uma súmula ou resenha da atividade do autor.

  6. Reservamo-nos o direito de amputar (sempre que o entendermos necessário) toda a informação excedendo as 300 palavras.

Muito importante

6.1.  Deve enviar o TRABALHO FINAL por correio eletrónico dentro das datas indicadas (VER FICHA DE INSCRIÇÃO), para ser incluído no DVD de Atas/Anais do Colóquio.

6.2.   O não-envio dos trabalhos finais, dentro das datas estipuladas, permite à Comissão Organizadora excluir o orador e pode implicar a não-publicação do seu trabalho final no DVD de Atas/Anais do Colóquio.

7.     Cada orador dispõe de exatamente 20 minutos para fazer a apresentação. Visa-se permitir alguns minutos de debate no fim da sessão e o orador será atempadamente avisado pelo Moderador durante a sessão,

se dispõe ainda de 10 ou de 5 minutos antes de lhe ser mostrado o sinal de que acabou o tempo.

8.   MODERAÇÃO. São funções do Moderador: (1) a apresentação dos participantes na sessão; (2) o controlo do tempo das apresentações; (3) a dinamização da discussão dos trabalhos.

Concorde-se ou não, o Presidente da Mesa (Moderador) é soberano na condução dos trabalhos e no rigoroso respeito pela duração das sessões, cumprimento esse que sempre foi apanágio dos colóquios ao contrário do que acontece na maior parte de eventos.

9.   O Moderador deve focar a sua atuação para que as questões postas no período de debate sejam tão breves quanto possível, a fim de haver tempo para um efetivo debate e evitar que as perguntas do público presencial se transformem em apresentações.

10. COMITÉ CIENTÍFICO:

10.3.    Escreva de modo a persuadir um especialista da sua área de que as suas ideias merecem aprovação. Simultaneamente deve convencer um perito com cultura científica que não seja necessariamente um especialista na área de candidatura.

10.2.       O objetivo da sua candidatura é convencer os avaliadores de que as ideias propostas são suficientemente importantes e relevantes para que sejam apresentadas.

10.3.     Pode, se for o caso, salientar a relevância do plano de trabalho proposto face a interesses nacionais e ou internacionais específicos.

11.  Critérios formais: qualidade, cientificidade, rigor, originalidade e estado da arte

11.1.    O estado da arte corresponde à situação atual, na perspetiva científica, na área de investigação em que o candidato pretende desenvolver o seu trabalho.

11.2.   Esta informação pretende situar o impacto científico que o trabalho proposto pelo candidato poderá vir a ter e a originalidade do seu contributo

12.    Critérios informais de apreciação pelo comité científico:

12.1.   Tratamento de tema e subtema interessante e atraente para uma audiência genérica e para os sócios da AICL em geral

12.2.    Ter cabimento dentro dos temas e subtemas propostos para cada colóquio...

12.3.    Ter interesse e estar conforme aos principais objetivos dos colóquios

12.4.    Prenunciar mais-valias para uma audiência genérica e latitude até 2 ou 3 temas especializados

II. INSTRUÇÕES - SINOPSES E TRABALHOS FINAIS PARA PUBLICAÇÃO 2

1. Formato: Microsoft Word 2007-2016

2. Tipo de letra (Font): TIMES NEW ROMAN 12 (espaçamento 1,5)

3.1. Número de páginas do trabalho a ler: 5 páginas (A4 TIMES NEW ROMAN 12 espaçamento 1,5) para não exceder os 20 minutos.

3.2. Número de páginas do trabalho final não deve exceder 15 páginas,

3.3. aconselha-se, em média, 12 páginas A4 TIMES NEW ROMAN 12 espaçamento 1,5) incluindo notas de rodapé, de fim e gráficos.

4. Título: negrito.

5. Autor(es): incluir nome que quer ver utilizado.

6. Instituição Ensino / ou Trabalho: sem espaçamento entre o nome do autor e o da instituição.

7 Subtítulos: negrito. Use algarismos árabes com decimais.

8. Outras divisões: algarismos árabes com decimais.

9. Citações, notas (incl. rodapé) e referências: em itálico, autor, data de publicação, vírgula e número(s) de página(s): i.e. como Sager afirma (1998:70-71) Times New Roman tamanho 8 (espaçamento 1).

10. Referências Bibliográficas - sempre no final do artigo.

10.1. Livro: Melby, Alan K. (1995) The Possibility of Language, Amsterdam: John Benjamin's.

10.2. Artigo sobre livros: Bessé, Bruno. (1997) ‘Terminological Definitions.’ In Sue Ellen Wright and Gerhard Budin (eds.) Handbook of Terminology Management. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamin's Publishing Company.

10.3. Artigos de jornal/revista: Corbeil, Jean-Claude (1991) "Terminologie et banques de données d'information scientifique et technique" in Meta vol. 36-1, 128-134.

10.4. Internet: Pym, A (1999) ‘Training Translators and European Unification: A Model of the Market’ in ‘Translation Theory and practice.’  Disponível em __

11.      Notas: SEMPRE RODAPÉ.

12.      Gráficos e tabelas: numeradas consecutivamente. Deve ter menção ao seu título e número no texto.

XXXIV Colóquio